quinta-feira, 7 de maio de 2015

LUMEA | Philips Lumea Comfort #2 - Primeiras impressões

Como prometido, hoje venho falar-vos sobre a minha primeira utilização da Lumea Comfort, o sistema de depilação por luz pulsada para uso doméstico da Philips. Já fiz uma primeira publicação a apresentar o conceito das Lumeas, que podem espreitar aqui. Primeiro que tudo, é importante conhecer a máquina e perceber como funciona. Como é um método de depilação que acarreta alguns riscos se não for utilizado adequadamente, aconselho-vos a lerem o manual de instruções, pois lá encontraram toda a informação de que necessitam e os cuidados a ter (talvez seja boa ideia ler as contra-indicações antes de comprarem a máquina, para ter a certeza de que a poderão usar). Vou falar falar de alguns dos cuidados mais importantes, mas não quero que a publicação se torne demasiado extensa, portanto, não custa dar um olhinho.



Vamos então ao que importa - a utilização. O primeiro passo é depilar - rapando - a zona que queremos tratar. E é importante frisar que temos que rapar e não arrancar os pêlos, caso contrário, não há matéria para a luz pulsada conseguir chegar à raiz do pêlo. Eu utilizei uma máquina de corte super baratucha da Electronia que fui comprar para tornar o processo de utilizar a Lumea mais rápido e porque a lâmina é muito irritativa para a minha pele. Depilei imediatamente antes de utilizar a Lumea, mas a Philips até recomenda que a depilação seja feita umas horas antes (penso que seja pelo facto de a pele poder ficar mais sensível).
DICA | A luz é absorvida com maior eficácia pela pele fria, por isso, caso utilizemos a Lumea após o banho, devemos esperar que a pele arrefeça, antes de utilizarmos a Lumea.

O segundo passo é escolher a intensidade que vamos utilizar - entre 1 e 5. As peles mais escuras não podem utilizar as intensidades mais altas. Como tenho o cabelo praticamente preto e a pele bem branquinha (cor-de-lula rocks!), nas axilas utilizei a intensidade máxima. Como o rosto é uma região um pouco mais sensível, utilizei a intensidade 3. Para regular a intensidade dos disparos, há um botão onde podemos seleccionar a intensidade pretendida. Quando ligamos a Lumea, a intensidade que aparece é a 1; para regular vamos carregando no botão até chegarmos à intensidade que queremos utilizar.
NOTA | Na primeira utilização, é prudente começar os primeiros disparos na intensidade mais baixa. Apenas se não sentirem qualquer tipo de desconforto devem passar para a intensidade seguinte, até atingirem a intensidade pretendida.







O terceiro passo é o mais giro - disparar! Achei a Lumea Comfort muito fácil de utilizar - é leve e compacta - pelo que não cansa os bracinhos -, e o botão que dispara os pulsos de luz é bem grande e facilmente acessível nas várias posições que eventualmente temos que adoptar para conseguir chegar a todos os pêlos. Como expliquei na publicação #1 desta "saga", a Lumea Comfort tem um sensor que detecta a cor da pele e não dispara caso a intensidade não seja adequada; e outro sistema de segurança importante - só dispara caso a janela onde a luz é disparada esteja completamente tapada, o que é indicado pela luz "Ready" a piscar lentamente. A cada disparo ouvimos um pequeno estalinho. Existem duas formas de utilizar a Lumea Comfort - "Slide & Flash" e "Step & Flash". No primeiro método nunca largamos o botão de disparo e vamos deslizando a máquina na zona a tratar, conforme ela vai recarregando e disparando; no segundo método, o botão de disparo é largado a cada disparo e movemos a máquina (levantando-a ou não) para a área seguinte, carregando no botão de disparo quando estiver no local pretendido.
NOTA | Não devemos disparar mais que uma vez em cada área.

Agora a parte mais importante (para além dos resultados, mas isso não será para hoje)... Dói? Não! Não tive qualquer tipo de dor, quer nas axilas, quer no buço (as zonas que tratei na primeira sessão que fiz). Quando a Lumea está pronta a ser disparada, a luzinha "Ready" aparece a laranja e é só carregar no botão. É necessário esperar um pouco que a Lumea recarregue entre os disparos - dei por mim a carregar no botão sem efeito, o que achei um bocadito chato, apesar de nem ser muito tempo -, mas penso que praticamente nem se dê conta desse "problema" com a versão mais recente, pois dizem ser 40% mais rápida. Outro pormenor - a Lumea faz um barulho semelhante a um pequeno aspirador ou secador, uma vez que tem uma ventoinha para evitar sobreaquecimento.



Quanto a efeitos secundários, senti apenas a pele um pouco mais sensível durante umas horas após o tratamento, mas foi coisa passageira e pouco incomodativa.
DICA | É importante monitorizar o aspecto das zonas tratadas, para termos a certeza que a nossa pele reagiu bem ao tratamento.

Após o tratamento, não é necessário utilizar qualquer tipo de produto e é só fazermos a nossa vidinha normal (embora possam utilizar, se quiserem, um produto calmante, como os que contêm aloe vera); contudo, não é aconselhável apanhar sol após o tratamento e, caso apanhemos, devemos utilizar - mais do que nunca - protecção solar SPF 30 ou mais.
Outro pormenor importante (e baseando-me no que me foi dito quando fiz depilação por luz pulsada na Não + Pêlo), penso que o mais correcto seja evitar depilarmos as áreas que estamos a tratar com métodos de arranque. Devemos recorrer aos métodos de corte, pois queremos ter matéria para a luz pulsada atingir a raiz do pêlo, como falei mais acima.

Sou-vos muito sincera: como disse, eu já experimentei luz pulsada na clínica Não + Pêlo e não gostei. Fiz imensas sessões e, apesar de realmente alguns pêlos terem deixado de crescer, muitos deles acabaram por voltar (mesmo após umas 12 sessões), o que me fez desistir. Passei então para a Clínica do Pêlo, onde trabalham com laser, e em cerca de 7 sessões estava despachada. Já não meto lá os pés há muito tempo - nem cheguei a fazer a sessão de manutenção que eles recomendam que seja feita ao final de 1 ano - e a zona tratada continua impecável. Ainda assim fiquei curiosa com o sistema de luz pulsada da Philips, uma vez que é feito em casa e, se fizermos as contas, sai muito mais económico do que as clínicas. Se for eficaz, parece-me um óptimo investimento. Estou aqui de dedos cruzados e a rezar para que funcione! Vou dando novidades.
Beijinhos*

18 comentários:

  1. Olá eu tb fiz a luz pulsada umas 12 sessoes na depilconcept e não me fez nada à exceção de que os pelos ficaram mais finos... No mes passado fiz a laser diodo na depilclub e posso dizer que fiquei com 5 pelos numa axila e 3 noutra...so fiz 3 x com a gilete porque sim e porque aqueles 8 pelos crescem...só com uma sessão! eu sei que parece mentira nem eu acreditei!!! dia 14 tenho a segunda sessao e se for como a primeira devo ficar despachada! estou mt contente com os resultados! peço 40 euros porque nao sou socia de nenhuma entidade com que eles têm acordos tipo CGD, FCP, ACP etc!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fartaste-te de gastar dinheiro com luz pulsada, tal como eu! -.-

      Eliminar
  2. Eu fiz na "não mais pelo" (era super peluda...mesmo!) e ao fim de umas 5 ou 6 sessões, só tenho que fazer a manutenção de 2 em 2 anos...a ultima vez que fiz ja foi ha mais de um ano e estou apta a ir para a praia :) Também experimentei na Clinica do pelo, mas o metodo era muito agressivo para a minha pele, não só me doeu muito, como fiquei marcada :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, cheia de sorte! Comigo não funcionou assim tão bem :(

      Eliminar
  3. Vou esperar pelos resultados! Parece-me muito bem :)

    ResponderEliminar
  4. Hoje vou experimentar a minha, finalmente. Queria fazer nas pernas também, vamos ver quanto tempo demoro em cada uma. Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda não me atrevi a fazer nas pernas, por ser uma área tão extensa xD

      Beijinhos*

      Eliminar
  5. quando dizes "não é preciso usar nenhum produto após o tratamento", está errado. pois a pele fica mais sensivel e é necessário hidrata-la bem. Além de que como está sensível precisa algo calmante, então os cremes com aloé vera e outras componente são essenciais para a hidratação da pele. Falo isto porque faço laser e foi umas das recomendações que deram.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que eu quero dizer é que nas clínicas (por exemplo, na Não + Pêlo) eles aconselham mesmo a utilização de produtos próprios, um gel de aloe vera. Neste caso não é necessário. Hidratação é preciso sempre! E os tratamentos nas clínicas (possivelmente onde fazes) são mais agressivos, daí aconselharem sermos mais cuidadosas =)

      Eliminar
  6. Hahahaha eu sou exactamente igual!! X) branquinha que nem uma parece branca, o que faz com que se veja tudo! Lol

    Esta máquina parece ser super interessante. Quanto custa sabes? :)

    Dorky-and-weird.blogspot.com

    Xoxo Jessy

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já falei sobre os preços na publicação #1 sobre a Lumea. O link está logo no início da publicação, podes ir espreitar ;)

      Beijinhos*

      Eliminar
  7. Estou super curiosa pela continuação da review :D
    Adorava adquirir uma máquina dessas, se realmente fizer efeito compensa, mesmo sendo muito cara :x

    Beijinhos,
    Blog | Instagram | Twitter |

    ResponderEliminar
  8. Eu ando a fazer num salão mas é praticcamente o msmo :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Olá, gostava que dissesses como está a correr, quero comprar uma, mas estou com algum receio, dá notícias por favor :-) Obrigada, bjos doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dudis! Entretanto já compraste a tua ^^ e eu já tenho a publicação com os resultados (os que já posso mostrar, claro!)

      Beijinhos*

      Eliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...